DBServer promove debate sobre o futuro da tecnologia no varejo

Especialistas do varejo e da área de Tecnologia da Informação estiveram reunidos nesta semana em Porto Alegre. O evento que aconteceu nesta terça-feira (28) no TecnoPuc reuniu especialistas que debateram a transformação digital no varejo. Promovido pela DBServer, os participantes discutiram a situação desse mercado quando se fala em inovação. Foi consenso entre eles que não existe receita de bolo, cada empresa precisa descobrir sua forma de inovar, analisando com cuidado para decidir em que tecnologia apostar.

“Temos vistos disrupções acontecerem de forma cada vez mais intensa e veloz. Em torno de dez anos, mais de três quartos das empresas da Standard & Poor's 500 (índice composto por quinhentos ativos [ações] cotados nas bolsas de NYSE ou NASDAQ) será com empresas que ainda nem ouvimos falar. E com tantas tecnologias, surge uma crise de priorização: que onda minha empresa deve pegar?”, apontou Mario Bastos, diretor da DBServer, ao abrir o evento.

Luís Gustavo Masiero, CEO da Klassmatt, empresa especializada e responsável pela plataforma mundial de cadastramento de materiais de empresas como Vale, Odebrecht, e JBS, acredita que o varejo no Brasil vive uma espécie de “laboratório digital”, com a saída de uma doutrina industrial muito forte e a chegada de uma nova era. “Tudo isso, somado a tecnologias exponenciais e a novos modelos econômicos, impede que tenhamos previsibilidade sobre o mercado. O concorrente do táxi, por exemplo, não foi uma nova empresa de táxi, foi um aplicativo. Iniciativas como o DBLab, da DBServer, ajudam as empresas a criar seu próprio método para encarar essa imprevisibilidade. É urgente que as organizações tenham uma agenda paralela voltada a entender qual o seu modelo ideal de inovação.” 

Com um novo cenário político-econômico por vir, com as eleições de 2018, o tempo para a transformação digital é agora, conforme Luiz Otavio Nascimento, um dos fundadores do IPDV (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Varejo) e advisory council da Harvard Business Review. “Nós, brasileiros, estamos em um vulcão que pode explodir em 2019. Agora é a hora pras empresas arrumarem a casa.”

Participaram do painel também o professor e pesquisador da PUCRS e do MIT, Eduardo Pellanda, que trouxe seu time para falar sobre como a tecnologia está transformando o varejo; e Evandro Scariot, sócio da Automatech, que apresentou a visão da empresa sobre as prioridades de investimento em tecnologia.

Essa foi a primeira edição do evento. Em 2018, a mesma edição acontece em São Paulo.

Fonte: AlfaBeta Comunicação Estratégica/Melissa Resch




Previous Next

PARCEIROS
FABIANO BRASIL