"A Seleção Brasileira perdeu o respeito e a referência!" afirma Pentacampeão em 2002.

"A Seleção Brasileira perdeu o respeito e a referência em relação a liderança!" Esta foi uma das frases ditas pelo pentacampeão mundial de futebol, Anderson Polga, no Happy Hour F Brasil da última quinta-feira, dia 19, no Barril Pub em Porto Alegre. A declaração do zagueiro/volante campeão com o Grêmio, Corinthians e Sporting em Lisboa, e pentacampeão em 2002 com a seleção do técnico Luis Felipe Scolari, veio após a pergunta do apresentador do evento, o jornalista Fabiano Brasil, sobre o que havia faltado para a seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia vencida pela França, no último dia 15. Participaram do evento além do Pentacampeão, o radialista Carlos Lacerda, da Rádio Grenal, e o músico Tiago Ferraz, da banda Rock de Galpão. 

Entre outras questões abordadas, Polga também afirmou que o grupo brasileiro carece de uma grande liderança, de um grande capitão desde a Copa do 2010. "Até 2010 ainda tínhamos alguns remanescentes de 2002, uma base, depois disso não encontramos uma referência!" O ex-zagueiro ainda disse que a Seleção Brasileira era a favorita, mas que deixou escapar a oportunidade do título no detalhe. Anderson Polga disse ainda que não vê outro nome para comandar a equipe senão, Tite. "Para a próxima Copa, com o Tite, acredito que chegaremos muito bem preparados para o conquistar a taça. Teremos uma base, coisa que também não acontecia desde 2010, e mais experiente!" disse o ex-jogador do Grêmio.

"É preciso resgatar o respeito e ter a humildade. Os atletas tem que vestir a camisa e jogar. Só a camisa não joga sozinha!" completou Anderson Polga.

Na foto, Lacerda, Brasil, Anderson Polga, Brandão (jogador da base do Grêmio 80) e Tiago Ferraz.

 




Previous Next

PARCEIROS
FABIANO BRASIL