Corinthians conquista campeonato que o Grêmio não quis

 

O Corinthians é hepta-campeão brasileiro. Sagrou-se o grande campeão de 2017 com três rodadas de antecedência em um dos mais difíceis certames de futebol do mundo. Porque acho isso? Porque a nossa competição nacional começa com pelo menos oito postulantes ao título. Vejamos que Corinthians, Grêmio, Palmeiras, Flamengo, Santos, Cruzeiro, Atlético Mineiro e São Paulo (em um ano atípico) e o próprio Internacional se estivesse na série A, estariam entre aqueles que de fato disputariam o primeiro lugar. 

Bem, mas voltando para a manchete da matéria, o time paulista, evidente, tem todos os méritos para a conquista. Fez um primeiro turno irrepreensível, invicto, mais de 80% de aproveitamento, a melhor defesa da competição, tudo bem, tem tudo o que grandes times precisam, mas convenhamos, o Grêmio não quis brigar pelo seu tricampeonato do campeonato nacional. Assim, em um levantamento de 'cabeça' em no mínimo 6 jogos o técnico Renato Portaluppi optou por colocar em campo um time reserva, e perdeu. Foram 18 pontos possíveis perdidos por ter que escolher em priorizar a Libertadores ou a competição doméstica. Claro, aí você que está lendo este texto irá me questionar: " - O Grêmio venceu o Corinthians?" Não. Não venceu. Deixou de vencer na Arena a equipe paulista com um penalti perdido por Luan. Depois disso, o time do novato e excelente técnico Fábio Carille, marcou o seu gol. Neste caso, incompetência do Grêmio em um fundamento, qualidade do Corinthians em aproveitar-se disso. 

Enfim, no segundo turno, outro grande jogo, e um empate em São Paulo. Resultado considerado bom em tratando-se do líder em sua casa.

De fato, se considerarmos as possibilidades e tendências, tendo em vista que os titulares do Grêmio são muito superiores aos adversários dos quais perdeu com os reservas, NA MINHA OPINIÃO, o Corinthians venceu o campeonato que o Tricolor gaúcho não quis.

Ahhh então tu queres dizer que se o Grêmio tivesse jogado com os seus principais atletas seria o campeão brasileiro? Não, eu não posso afirmar isso, agora, que a briga seria muito mais intensa, eu não tenho a menor dúvida.

O que evidente não tira o mérito de Jô, Rodriguinho, Fágner, Jádson e companhia, que nada tem a ver com isso e fizeram um grande campeonato e conquistaram de forma justíssima pela sétima vez o campeonato brasileiro. Herança de Tite? Eu acredito que sim. O toque de bola, a forma de atuar, o vestiário fechado, só pra falar de algumas características do elenco corintiano.

Festa justa e que deve ser sim muito comemorada pelos paulistas, que priorizaram, dedicaram-se e mereceram a taça que levantaram durante à noite desta quarta-feira (15) em São Paulo.

E o Grêmio? Bom, o Grêmio terá a oportunidade de mostrar que valeu a pena desistir do campeonato brasileiro se conquistar a América? Vem aí dois eletrizantes jogos contra o Lanús, da Argentina. Serão duas grandes partidas de futebol onde o time gaúcho poderá confirmar a tese da qualidade da equipe da Arena ou mostrar que a história não seria bem assim...

E assim, vamos 'viajando' e tecendo teses sobre os 'se's que só futebol nos proporciona. Sem fanatismo, sem truculência, mas com UMA opinião, de um CRONISTA, que vê o que considera justo, entretanto, que imagina que é impossível renegar o fato: o Corinthians mereceu ser o campeão brasileiro de 2017.

Parabéns à torcida corintiana!!! Sorte à torcida gremista!!!

 

 

 




Previous Next

PARCEIROS
FABIANO BRASIL